Research diary for my Master thesis project: From Efficiency to Engagement: Game Dynamics on the Social Web. Tim Koch-Grünberg, Aveiro, Portugal.
pesquisar neste blog
posts recentes

Economia do Envolvimento

Reading Notes: The Multifaceted Nature of Intrinsic Motivation (2/2)

Reading Notes: The Multifaceted Nature of Intrinsic Motivation (1/2)

Reading Notes: Acting with Technology (1)

Google Tech Talks

TED Talks

Dissertation project: influent authors

reading notes: Information Visualization and Interface Culture

reading notes: Designing for Collaboration and Communication

(Inter)acções abertas vs estruturadas

arquivos

Janeiro 2011

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Quinta-feira, 30 de Setembro de 2010
Apresentação e Motivação - Dinâmicas de Jogo na Web Social

Mas que vergonha. Eu que trabalho no Sapo Campus sou dos últimos dos meus colegas a criar um post sobre a minha investigação. Lá terei de fazer uma breve introdução ao meu tema, mas assim de forma muito informal (estou no meu horário de trabalho e não posso perder muito tempo com isto. Embora que usar a plataforma durante o trabalho é claramente um teste de utilização, na lógica do eat your own dog food).

 

Perante um público erudito como os utilizadores do Sapo Campus, duvido que seja necessário explicar a importância que a web tem nos dias de hoje. Todos nós somos utilizadores diários de uma panóplia de serviços. Recentemente têm-se destacado serviços que envolvam a actividade dos utilizadores, evoluindo a tradicional "página" web (dedicado ao consumo) para uma "aplicação" web (convidando o utilizador à interacção). Este novo tipo de serviços vive da interacção dos seus utilizadores, sendo estes os que criam o conteúdo consumido pelos outros utilizadores.

 

Vivemos na era da chamada "web 2.0" ou "social web", composta por aplicações web centradas na interacção social. A fase dos inovadores e pioneiros terminou e as regras de negócio estão mais ou menos consolidadas. Agora questionamo-nos: "Como diferenciar-nos da concorrência?" Compreendemos que as pessoas querem interagir socialmente na web, mas como podemos fazer com que gostem ainda mais da nossa oferta? A nova fronteira está na análise de outro tipo de aplicação digital: os jogos.

 

As pessoas vão aos SNSs (Social Networking Sites) porque têm lá os seus amigos. Mas se estes não estivessem lá, usariam o Facebook como sistema de arquivo de fotografias (ou diário de investigação)? Provavelmente não. É a componente social que os motiva. No entanto, milhões de pessoas resolvem problemas, aprendem e interagem com videojogos sem qualquer tipo de motivação social (sim, eu prefiro single-player RPGs). O que torna este tipo de interacção tão viciante, motivadora e gratificante? É aqui que se centra a minha investigação: compreender o que nos motiva nos jogos e aplicar esses princípios na concepção de serviços web. Mais concretamente, vou repensar (ou conceber um novo) serviço aqui no Sapo Campus, tendo em consideração o seu contexto específico, académico.

 

Não fui eu que tive a ideia gloriosa de olhar para os jogos e aplicar os seus princípios noutros contextos. Esta abordagem tem o nome meio awkward de "gamification". (Embora que eu acho que se devia escrever "gamEification", mas pronto, vou com a maioria. Jogoificação. Fantástico. Os americanos são mesmo ágeis no que diz respeito a mutações linguísticas.)

 

Este post está a ficar meio comprido e tenho coisas por fazer, por isso vou ficar por aqui. Depois partilho alguns recursos relacionados com esta temática.


tags: , , , ,

publicado por tim às 10:52

1

De joao-ramos a 1 de Outubro de 2010 às 21:58
Não conhecia essa metáfora do dogfooding. Genial :) Boa sorte, pá!


Comentar post

mais sobre mim
Janeiro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


tags

todas as tags

subscrever feeds

RSSPosts

RSSComentários

RSSComentários do post